ORGANIZAÇÕES PALESTINAS DA AMÉRICA LATINA^Declaração Publica

ORGANIZAÇÕES PALESTINAS DA AMÉRICA LATINA^Declaração Publica

Devido aos últimos acontecimentos ocorridos na Palestina onde as tropas militares sionistas estão aumentando significativamente ações de opressão e agressão ao nosso povo e onde parte desta repressão conta com a “Coordenação de Segurança” de responsabilidade da Autoridadel Palestina, chamada por eles de “sagrada”, as Organizações Palestinas da América Latina, como parte do povo palestino na diáspora declara o seguinte:

1. Conclamamos para que a Autoridade Palestina acabe com esta política de “Coordenação de Segurança”, que só resguarda os militares da ocupação e aos colonos ilegais, desprotegendo e deixando os cidadãos palestinos suscetível a repressão sionista. Esta colaboração significa que Autoridade Palestina deve subordinarse as instruções da potência militar ocupante. As cifras de mortos, feridos, palestinos presos e as enormes destruições sofridas confirmam esta situação.

2. Condenamos as ações repressivas cometidas pela policía palestina contra os jornalistas e também contra a população, tal como aconteceu em Ramallah durante a madrugada do dia 20 de junho, onde jovens palestinos foram atacados com armas de fogo, resultando em vários feridos.
3. Não compreendemos a atitude passiva frente as violações dos direitos humanos e aos crimes de guerra que Israel comete contra o nosso povo, acontecimentos registrados e provados por centenas de informes e através de denuncias de organismos humanitários internacionais, inclusive israelenses. Apesar disto, a Autoridade Palestina nunca fez ações reais e efetivas para acabar com estas atrocidades. Não são suficientes as declarações titubeantes e lamentos derramados através da imprensa.
4. Ativar urgentenente os mecanismos legais e humanitários para iniciar uma campanha de proteção a nivel internacional e promover o envio de observadores para frear a agressão militar sionista contra o nosso povo que se encontra sob ocupação militar .
5. Terminar com a relação de “normalização” que a Autoridade Palestina promove com a potencia militar ocupante e fortalecer o Boicote Comercial, Acadêmico e Cultural (Campanha BDS), já realizada no mundo contra o Apartheid Sionista. Não é admissível que o povo oprimido siga financiando seus opressores.
Comité Democrático Palestino – Chile (www.palestinalibre.org)
Unadikum – Chile
Comité Chileno de Solidaridad con el Pueblo Palestino (www.conpalestina.cl)
Articulación Latinoamericana de Solidaridad con Palestina
Palestina Para Todos– Chile
BDS – Chile
Comité da palestina Democrática – Brasil
Comité Democrático palestino – Venezuela
Comités por Palestina Democrática – America Latina
SociedadeArabe Palestino de Corumba – Brasil
Centro Cultural Arabe Palestino de RS – Brasil

اترك تعليقاً